Sigam Nossa Pagina

Style2

Mais Informações Clicar na imagem

imagem aérea da Praia de Ponta de Pedras/PE

A partir desta sexta-feira (16), 120 militares da Marinha estarão fiscalizando todo o litoral pernambucano, um contingente três vezes maior do que o normal. A medida, que segue até o mês de março do próximo ano,  visa diminuir o número de acidentes envolvendo embarcações e banhistas durante o verão, época em que o movimento aumenta nas praias do Estado. A operação da Capitania dos Portos irá contar com jet skis, lanchas, botes infláveis, além do navio patrulha, que ficará distante da costa.

“A operação tem o objetivo de diminuir os acidentes e as consequências graves. Historicamente, neste período, temos um número maior de banhistas e de embarcações, com pessoas aproveitando para fazer sua recreação” afirmou o capitão dos portos de Pernambuco, Mauro José da Silva. Ainda segundo o capitão, o maior número de infrações são relacionadas ao uso do jet ski, tanto por parte de condutores habilitados como pelos que não possuem autorização para navegar . “O jet ski funciona como uma espécie de moto dentro da água”, afirmou.

Sobre a fiscalização dos veículos aquáticos, o capitão Mauro diz que os marinheiros avaliam toda a parte de segurança. “A gente verifica principalmente a parte de inscrição da embarcação, se está registrada na companhia, se está pronta para operar e se o condutor é habilitado”, explica. Outro ponto importante da fiscalização é a validação da Lei Seca para o transporte marinho. A medida é a mesma tomada para veículos terrestres. “Também temos etilômetro a bordo. O condutor não pode estar alcoolizado”, disse.

A medida a ser tomada pelos marinheiros depende da irregularidade verificada. O condutor pode receber uma notificação, que deve ser justificada num prazo de cinco dias na Capitania dos Portos. Se for algo mais grave, como motorista alcoolizado ou sem habilitação, a embarcação será lacrada e recolhida para a Capitania dos Portos ou para a marina mais perto.

Para diminuir os índices de acidentes na costa pernambucana, a Marinha orienta que os banhistas denunciem os casos de infração. “O banhista que se achar prejudicado em qualquer localidade, seja na beira de praia ou rio navegável; se está tendo alguma incidência que pode causar acidente, registre e informe a Capitania dos Portos”, informou o capitão Mauro. O telefone para denúncias é o 3424-7111.

fonte: G1

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

1 comentários:

  1. MAIS COM UM PARAISO DESSES EM PERNAMBUCO PAI E MAE TIVERAM A CORAGEM DE TRAZER NOS (A FAMILIA AQUI PARA ARCOVERDE PE) E NUNCA MAIS QUISERAM SAIR DAQUI OLHA QUE SE QUISESSEM SAIR AGORA CERTAMENTE SERIA UMA BOA PARA MAE, PAI, EU, MEU IRMAO COM A ESPOSA E A FILHINHA DELES E TAMBEM O MASCOTE DE ESTIMAÇAO QUE ELES CRIAM POIS VENDER TUDO O QUE TEMOS DE IMOVEIS QUE HABITAMOS AQUI E COMPRAR NESSE LINDO LUGAR SERIA UMA REVITALIZAÇAO PARA AS NOSSAS VIDAS, SERIA SER FELIZ DE VERDADE, SERIA TER PAZ INTERIOR E TANTAS OUTRAS COISAS BOAS, QUE DEUS AJUDE QUE ISSO VENHA A SE TORNAR UMA REALIDADE.

    ResponderExcluir

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top