Sigam Nossa Pagina

Style2

Mais Informações Clicar na imagem




Uma hora e trinta e seis minutos. Esse foi o tempo que o velejador Eliseu Vieira, 52 anos, levou para percorrer as 27 milhas da Regata Benedito César-Ponta de Pedras/Recife e manter a hegemonia das Pranchas à Vela nesta competição. Classe mais leve em relação às demais, o Windsurfe veleja com mais velocidade quando as condições estão favoráveis. Ontem, o dia nem começou tão bem, com pouca intensidade de vento na largada. Mas, após dez minutos de prova, a chegada da chuva iniciou uma nova regata, com liderança e vitória de Eliseu, seguido pelo companheiro de Windsurfe, Luciano Barreto, 62, que chegou no Marco Zero com 1h38min. Ricardo Dubeux e Marina Cavalcanti, do Hobie Cat 16, foram os terceiros a chegarem na linha de chegada se sagraram campeões na classe. Em segundo, no Hobie Cat 16, ficou a dupla Daniel Melo e André Almeida.  



“Achei que não fosse nem chegar aqui (Recife), porque o vento estava muito fraco no começo. A chuva foi providencial, pois viemos na frente dela, com uma velocidade de 35 a 40 km/h, sem parar”, revelou Eliseu, que venceu também em 2011. No total, ele soma sete títulos em cerca de 15 participações na Benedito César, tendo ainda o recorde do evento - 1h28min, registrado em 2007, também na Prancha à Vela. “Ao mesmo tempo em que é bonita, essa regata é um desafio. Na prancha, por exemplo, fazemos força o tempo todo, a perna dormente, o quadril dolorido. A melhor parte é ver o Farol de Olinda, porque além de a vista ser muito linda, sabemos que está perto do final”, contou o campeão.

Organizada pelo Cabanga Iate Clube, a Regata Benedito César completou 60 anos neste ano, sendo a segunda prova entre clubes mais antiga do Brasil. Além das Pranchas à Vela e do Hobie Cat 16, outras classes estiveram presentes no evento (Optimist, Dingue, Day Sailer, Oceano, Mirotonner, Kitesurfe, Laser e Snipe). Cada classe premiou seus campeões. Optimist, Snipe, Laser, Dingue, Microtonner e Day Sailer, por sua vez, encerraram a participação em Maria Farinha, compondo 14 milhas náuticas de percurso. O Kitesurfe é o único que foi até Itamaracá.

No Optimist o primeiro geral foi Ludmila Lira, seguida de Tiago Monteiro e Tiago Soares. Já  o primeiro lugar  do Snipe foi Ted e Rafael Monteiro, em segundo lugar Daniel Dantas e Fabiola Cavalcanti e por último, Ítalo Silva e Maria Salazar conquistaram o terceiro lugar.  Na classe Dingue, o primeiro lugar foi conquistado por Clóvis Holanda e Jorge Fabrício, comandando o Placebo; o segundo lugar, de José Maria Gomes e Jairo dos Santos do veleiro Perola Negra e o terceiro lugar, de Alexandre Mercanti e Eduardo Wanderley, comandando o Energia. 

No Day Sailer, os três primeiros lugares foram dos barcos Quickbird, comandados por José Buarque e Roberto Liberal, o Odisseu, comandado por Antonio Antunes e Severino Morais, e o Fragata, comandado por Paulo Francisco Rocha Filho e Cacilda de Oliveira. Em Itamaracá,  dentre os sete concorrentes, Eduardo Fernandes do Kite Surf conquistou o primeiro lugar.
O resultado de Oceano logo será divulgado. A premiação é nesta quinta (13), no Cabanga Iate Clube. 

CABANGA IATE CLUBE




























Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top