Sigam Nossa Pagina

Style2

Mais Informações Clicar na imagem


Os investimentos na ampliação do abastecimento d’água na região somam
R$ 72 milhões e atenderão cerca de 115 mil pessoas em oito municípios


Até o início de março, o Governo do Estado, através da Compesa, reforçará o abastecimento de água potável para mais de 40 mil pessoas residentes nos municípios de Buenos Aires, Vicência e Aliança, todos na Zona da Mata Norte pernambucana. Elas serão beneficiadas pela entrada em operação da primeira etapa do Sistema Produtor do Siriji que vai ampliar o abastecimento em oito cidades da região. A fase de testes já foi iniciada.

O Sistema Produtor do Siriji é um empreendimento estruturador que está sendo tocado pelo Governo do Estado e pelo Ministério da Integração Nacional. Ao todo, estão sendo investidos R$ 72 milhões na ampliação do abastecimento de água para cerca de 115 mil pessoas. Além dos três municípios contemplados na primeira etapa do projeto, serão atendidos, ainda, Condado e Itaquitinga, na segunda etapa, e São Vicente Férrer, Macaparana e Machados, na terceira. A previsão é que o segundo bloco do sistema comece a operar em abril e o terceiro, até setembro de 2014. Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, o empreendimento irá gerar desenvolvimento para a região e melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Todas as oito cidades que serão atendidas pelo Sistema Produtor do Siriji estão com o abastecimento comprometido por conta do crescimento das populações e das limitações dos sistemas existentes, que não acompanharam o desenvolvimento urbano das cidades. Além disso, as barragens que atendem os municípios são de pequeno porte. O novo sistema vai complementar o abastecimento captando água na barragem do Siriji, que tem capacidade para acumular 17 milhões de metros cúbicos e incrementando a oferta de água em 300 litros por segundo.

Estão sendo implantados 114 quilômetros de tubulações, sendo 43 quilômetros na primeira etapa e 71 quilômetros nas segunda e terceira etapas. Do primeiro bloco, fazem parte estações elevatórias de água tratada e de água bruta - que ainda não foi tratada -, uma estação de tratamento de água com capacidade para 300 litros por segundo e um reservatório com capacidade para 900 mil litros de água. Já nas duas etapas seguintes serão construídas uma estação elevatória de água tratada para Machados e outra para São Vicente Férrer e Macaparana, além de um reservatório com capacidade para 650 mil litros.
O novo sistema faz parte dos esforços empreendidos pelo Governo do Estado para garantir água com qualidade para os pernambucanos. “O sistema integrado do Siriji é um exemplo desse esforço. Graças a ele, vamos complementar a oferta de água em oito cidades, melhorando consideravelmente o abastecimento na região”, complementou o diretor da Compesa no Agreste, Leonardo Selva.
Fonte: Secretaria da Casa Civil de Pernambuco / Compesa
Foto: Divulgação/Ascom-Compesa


Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top