Sigam Nossa Pagina

..

..
clique na Imagem

Style2

Mais Informações Clicar na imagem



Luís Francisco da Silva, 31 anos, foi autuado em flagrante pela morte de um menino de 4 anos e tentativa de homicídio de uma menina de 11


homem autuado em flagrante por ter matado, com uma faca peixeira, um menino de quatro anos e ferido gravemente uma menina de 11, na última sexta-feira (4) em Macaparana, Mata Norte do Estado, afirmou em depoimento a polícia que há um tempo vinha sendo importunado pelas mães das vítimas. "Praticou o crime pelo fato de familiares das vítimas o estarem importunando a um tempo. Ligando som e outros tipos de importunação", contou o delegado Rodolfo Cartaxo, responsável pelo caso.

Os vizinhos do autor do crime, contaram que Luís Francisco da Silva, de 31 anos, tinha se separado da esposa há pouco tempo e morava sozinho. E que ele ainda estaria tomando remédios de depressão. 

Luís passou por audiência de custódia na tarde do último sábado (5) e deverá seguir para a Penitenciária Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, onde aguardará julgamento.

Vítimas

Riberi Mendes de Andrade, de 4 anos, esfaqueado no pescoço, foi sepultado neste sábado (5). A menina de 11 anos levou uma facada no tórax e permanece internada no Hospital da Restauração (HR), bairro do Derby, área central do Recife. Seu estado de saúde é grave e ela corre risco de morte.

Leia Também:


A mãe de Ribery, Gláucia Gonçalves Mendes, de 27 anos, contou como tudo aconteceu. "Ele estava brincando na casa de um coleguinha. O homem já tinha furado (sic) uma menina na rua com a faca e subiu a ladeira. Foi aí que viu o meu filho e o outro menino dentro do terraço brincando. Ele o acertou pela grade". O outro filho de Gláucia, de 12 anos, quase foi atingido pelo suspeito.

Os familiares e amigos contam que a criança era muito comunicativa e querida pelos vizinhos e professores da escola onde estudava. Na última sexta-feira (4), antes do ocorrido, Ribery estava na aula de reforço. "Ele chegou e falou 'mamãe, já fiz toda a minha tarefinha'. Poucos minutos depois, aconteceu. Ainda que eu tivesse corrido, não dava tempo. Eu peguei ele nos braços todo ensanguentado, sem saber o que tinha acontecido. Achei que tinha se machucado brincando. Não sabia da gravidade. Meu filho morreu nos meus braços, ressonando nos meus braços", lembra emocionada.

A família mora há mais de seis anos no local e conhecia o suspeito. "Ele era calado, vivia dentro de casa, nunca tinha mostrado esse tipo de comportamento. Ele foi mesmo para matar o meu filho. Estou desolada. Quero justiça." A mãe afirmou ainda que não tinha nenhum desentendimento com homem.
Luis foi preso em flagrante na tarde da última sexta (4). A população tentou linchá-lo após o ataque à faca. Ele foi levado para Delegacia de Goiana, que relatou que o acusado tinha boas relações com a família das vítimas, não havendo motivações aparentes para o homicídio e tentativa de homicídio. 

JC Online
Com informações da TV Jornal


Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top