Sigam Nossa Pagina

Style2

Mais Informações Clicar na imagem

Arrancada, favoritismo, queda, dúvida, recuperação, conquista... A trajetória do Corinthians rumo ao pentacampeonato brasileiro foi recheada de altos e baixos. Mesmo assim, o Timão liderou a competição em 27 das 38 rodadas. Até dentro de suas turbulências, conseguiu manter-se sempre entre os primeiros. A pior colocação foi o quinto lugar, na primeira rodada.
Nas dez primeiras partidas da competição, o Corinthians foi imbatível. Recuperou-se bem da derrota para o Santos na final do Campeonato Paulista e emendou uma sequência de nove vitórias e um empate. A primeira derrota na competição veio apenas na 11ª rodada. O Cruzeiro surpreendeu e bateu o Alvinegro no Pacaembu. Acostumado às vitórias, o Timão não administrou bem o tropeço.

Perdeu, então, do Avaí na semana seguinte. Voltou a vencer contra o América-MG, logo na sequência, mas as duas derrotas anteriores ainda mexiam com o elenco. Aí os empates com Atlético-PR e Ceará ajudaram a aumentar a desconfiança sobre o Timão, que a partir daí alternou bons e maus momentos, vitórias e derrotas. Resultado: Tite foi colocado na berlinda por membros da diretoria alvinegra.
Mas o presidente Andrés Sanches o segurou no comando da equipe. Já havia feito o mesmo em uma situação mais crítica: a eliminação precoce na Libertadores da América. Acertou na decisão. Mas a pressão só não foi maior porque o Corinthians deu a sorte de os seus concorrentes diretos sempre tropeçarem junto com ele. Contou também com a ajuda de rivais, como o Santos, por exemplo.
O Peixe venceu Botafogo e Vasco em duas ocasiões que os cariocas poderiam roubar a liderança do Timão. Mas não foram só esses dois times que “facilitaram” o caminho do Corinthians. São Paulo, Flamengo e Fluminense também tiveram a chance de arrancar à liderança e não souberam a aproveitar. Melhor para o Timão que, regular dentro da irregularidade do campeonato, manteve a ponta.
Na reta final, aliás, Tite mostrou-se estrategista. Um profundo conhecedor de tática. Pressionado após a derrota para o lanterna América-MG, o treinador veio a público e disse que daria a cara a tapa. Cobrou o elenco internamente e reagiu vencendo Atlético-PR, Ceará e Atlético-MG. Nesses três jogos, por sinal, as alterações promovidas pelo técnico foram primordiais para a reação.

Adriano comemora gol pelo Corinthians contra o Atlético-MG (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Na penúltima rodada, o time venceu o Figueirense, mas viu a taça antecipada escapar com a vitória do Vasco sobre o Fluminense. Na rodada decisiva, muito sofrimento: empate sem gols com o Palmeiras, no Pacaembu. Mas o título estava garantido! E o Timão agora é pentacampeão brasileiro (1990, 1998, 1999, 2005 e 2011).

FONTE: NOTICIAS DO CORINTHIANS

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top