Sigam Nossa Pagina

Style2

Mais Informações Clicar na imagem


Seis homens armados e encapuzados invadiram o mosteiro Ain Karim que fica no bairro Campo Grande, na zona rural de Jacareí, às 23h de quarta-feira. Eles foram direto para a casa do padre Antônio Maria.
Depois de render o padre, os bandidos o trouxeram para outra casa onde vivem as irmãs. Ao todo, 15 pessoas ficaram presas num quarto. Em duas horas, os bandidos vasculharam todos os cômodos da casa.
Da sala de convivência das irmãs foram levados uma televisão, um aparelho de DVD e o computador. Os ladrões deixaram rastros por todos os cantos. Eles achavam que havia um cofre e retiraram os quadros da parede.
Além de eletroeletrônicos e eletrodomésticos, eles roubaram R$ 1.100,00 em dinheiro e fugiram em dois carros do mosteiro. O padre Antônio Maria estudou na Alemanha, trabalhou em Portugal e há mais de 20 anos voltou ao Brasil. Hoje desenvolve um trabalho com crianças e adolescentes. Ficou famoso com os livros e a música. Tem trabalhos próprios e parceria com grandes artistas brasileiros.
No mosteiro, mesmo depois do susto, o clima era de alívio por ninguém ter ficado ferido.
"Eles disseram que não iam fazer mal nenhum, mas que queriam dinheiro. Eu falei ′meus filhos não façam isso, nós não temos dinheiro. Nós lutamos com dificuldade’. Até as pessoas imaginam muitas vezes que eu nado em dinheiro, porque canto, porque tenho discos, vou à televisão. Porque sou amigo do Roberto Carlos e isso não quer dizer nada", conta o padre Antônio Maria.
"Um deles ficou comigo, pra me guardar, e ele me desamarrou. Eu falei `eu sei que não vai dizer teu nome, mas eu quero dizer que eu vou rezar muito por você, por vocês, vai falar isso para os teus amigos`. E eu fiquei lá conversando com ele e disse até `eu quero te dar um abraço`, e eu abracei ele e ele me abraçou, e eu senti que era o próprio coitado’", diz o padre Antônio Maria.
O padre e as freiras conseguiram escapar e chamaram a Polícia Militar. Até agora ninguém foi preso.
Essa não é a primeira vez que as freiras passam por uma situação parecida. Há dois anos e meio, elas foram assaltadas no mesmo local.
A Polícia Militar informou que irá reforçar a segurança no local. Já a Civil disse que uma equipe já investiga esse caso e vai colher os depoimentos das vítimas.
Da Agência O Globo

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Top