Sigam Nossa Pagina

Style2

Mais Informações Clicar na imagem

Presidente da Oi, Francisco Valim (E) e o presidente da Anatel, João Rezende, falaram sobre os benefícios da tecnologia em coletiva, ontem, no Rio de Janeiro / Divulgação


Presidente da Oi, Francisco Valim (E) e o presidente da Anatel, João Rezende, falaram sobre os benefícios da tecnologia em coletiva, ontem, no Rio de Janeiro

Divulgação


Em abril de 2013 tecnologia deve ter estreado oficialmente em sete cidades, incluindo o Recife

Paulo Floro

Do NE 10

A Oi inaugurou a sua rede 4G, ontem no Rio de Janeiro. O presidente da empresa Francisco Valim, realizou uma chamada em videoconferência usando um Samsung Galaxy SIII, através da frequência de 2,5GHz. Neste início, a tecnologia abrange apenas o bairro do Leblon e arredores. Em dezembro deste ano, chega a um público restrito em São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e na capital fluminense. Em abril de 2013, a companhia espera oferecer comercialmente a tecnologia para sete cidades: Recife, Fortaleza, Salvador, além das já citadas. O investimento será de R$ 1 bilhão até 2015.

Os preços ainda não foram divulgados, mas Valim acredita que entre novembro e dezembro, os planos sejam anunciados. Estão previstos os chamados combos, que incluem além de dados, telefonia fixa, celular e TV por assinatura. A empresa ainda espera oferecer subsídios, como acontece atualmente com os celulares 3G. “Os aparelhos habilitados ao uso do 4G serão determinantes para alavancar a tecnologia no Brasil. Como por aqui, esses telefones só chegam no final deste ano e início do próximo, as vendas só irão ganhar volume com o tempo”, disse.

Esse cronograma inicial do 4G atende a uma demanda dos grandes eventos esportivos que acontecerão no Brasil nos próximos anos. Por isso que o plano prevê que as seis cidades-sede da Copa das Confederações, mais São Paulo, sejam as primeiras a receber essa nova conexão. Os estádios da Copa do Mundo terão atenção especial na cobertura, por isso cidades como São Lourenço da Mata, onde acontecerão os jogos na capital pernambucana, serão beneficiados. As demais cidades com mais de 500 mil habitantes terão oferta comercial até 31 de maio de 2014. Já os municípios com mais de 100 mil habitantes, até dezembro de 2016. E entre 30 mil a 100 mil habitantes, até final de 2017. Por fim, municípios menores, recebem 4G até final de 2019. A Oi sinalizou que estuda antecipar esses prazos.

O presidente da Agência Nacional das Telecomunicações, João Resende estava presente no evento de lançamento e anunciou que a fiscalização vai garantir a qualidade do serviço. “Ainda estamos finalizando a metodologia, mas iremos acompanhar de perto, como já fazemos no 3G”, disse. A assinatura de homologação para exploração das novas frequências pelas operadoras está marcada para o próximo dia 16 de outubro.
TEST-DRIVE
A reportagem testou a conexão 4G com um minimodem. A velocidade, de cerca de 10 Mbps, realmente impressiona. O tempo de resposta de uma página de internet é quase instantânea e o download de um disco de 102 MB durou cerca de 2 minutos. A Oi disponibilizou locais para o público experimentar a novidade. Outros eventos-teste acontecerão na Futurecom e no sorteio da Copa das Confederações.

Jornal do Commercio

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top