..

..
clique na Imagem

PierNet Telecom

PierNet Telecom

Style2

Envie sua Denúncia

Envie sua Denúncia

Mais Informações Clicar na imagem

As equipes voltarão a se reencontrar na próxima quinta-feira, pela Copa do Nordeste / Foto: Guga Matos/JC Imagens

As equipes voltarão a se reencontrar na próxima quinta-feira, pela Copa do Nordeste

Foto: Guga Matos/JC Imagens

A estreia do Náutico no Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano, neste domingo (1/2), foi frustrante tanto em termos de futebol apresentado como de resultado. O Timbu empatou por 0x0 com o Salgueiro na Arena Pernambuco e saiu vaiado - merecidamente, diga-se de passagem - por sua torcida. Os times dividem a terceira colocação da tabela do Estadual com o ponto conquistado. De alento, vale lembrar que ainda existem jogadores para estrear pelo clube na temporada. Agora, as equipes se reencontram no mesmo palco quinta-feira, pela Copa do Nordeste.

O técnico Moacir Júnior não pôde contar com o volante Fillipe Souto e o meia Patrick Vieira, cotados para serem titulares - além do atacante Stéfano Yuri - já que suas regularizações não saíram durante a semana, como esperado. Segundo a diretoria, o pagamento e os documentos necessários foram providenciados, mas não veio a liberação da CBF. O treinador utilizou o volante Helder e o meia João Paulo.

O futebol no primeiro não foi dos melhores. O Timbu não conseguia sair jogando direito com a bola. O primeiro lance de perigo foi do Salgueiro, aos 18, quando Moreilândia recebeu passe em velocidade, numa jogada de contra-ataque, e Helder conseguiu boa recuperação para impedir que o jogador saíse cara a cara com Júlio César. O goleiro teve de se movimentar aos 23, quando tirou com o pé uma bola que chegaria a Kanu quase na pequena área.

Aos 27, João Paulo recebeu na área e tentou bater colocado, mas chutou pra fora. No minuto seguinte, saiu machucado par a entrada de Renato. Este teve uma boa chance aos 43, quando entrou na área pelo lado esquerdo, sozinho. Na hora de finalizar, se afobou e acabou chutando para fora, mesmo sem marcação.
No geral, o Náutico não funcionava no setor de meio de campo. Com os laterais tímidos, o time ficou sem uma saída de jogo decente. A bola não chegava no ataque, o que deixava o setor praticamente nulo. Na segunda etapa os alvirrubtos voltaram mais ligados, mas os problemas continuaram. 

Ainda assim, surgiram chances de gol. Em um contra-ataque aos 10, Bruno Alves recebeu na entrada da área e bateu cruzado com muito perigo. Aos 14, Flávio cabeceou no travessão após escanteio, e no minuto seguinte Josimar chutou de fora da área raspando a trave. 

A melhor oportunidade veio aos 46. Gaston acertou um cruzamento na medida para Josimar, que cabeceou para fora. A bola perdida que sacramentou o empate sem gols.

FICHA TÉCNICA
Náutico - Júlio César; David, Elivélton, Flávio e Gaston; Ananias, Hélder (Anderson Preto), Jefferson Renan (Guilherme) e João Paulo (Renato); Josimar e Bruno Alves.
Salgueiro - Luciano; Marcos Tamandaré, Ranieri, Luís Eduardo e Márlon (Thiego); Rodolfo Potiguar, Vítor Caicó, Moreilândia e Lúcio; Valdeir (Jeferson Berger) e Kanu (Anderson Lessa).

Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Gleydson Leite. Assistentes: Albert Júnior e Marcelino Castro. Público: 5.429. Renda: R$ 86.980.

Jornal do Commercio

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top