Acess

Acess

Mais Informações Clicar na Imagem

..

..
clique na Imagem

Style2




Diversos foliões goianenses foram ao Recife curtir o maior Bloco Carnavalesco do planeta, com fantasias, adereços e é claro muito frevo no pé, centenas de pessoas saíram de suas residências para dançar e se divertir debaixo de um sol escaldante da manhã deste sábado (14) na Capital Pernambucana.  

No Carnaval tradicional do Recife, o Galo da Madrugada é quem comanda a festa. O bloco levou uma multidão de foliões fantasiados para as ruas da cidade. 

Os clarins anunciam que o povo está nas ruas do Recife para receber o seu maior bloco de Carnaval. E lá vem o Galo, dono da festa, no primeiro carro alegórico, com o seu estandarte na frente.

No 38º oitavo desfile do Galo, mais de 2 milhões de pessoas se divertindo e dez mil pessoas trabalhando: apanhando latinhas, vendendo refrigerantes, cerveja, água e também carregando bonecos. É um emprego por um dia na maior festa de Carnaval do Recife.

Em uma festa abençoada, a multidão pede frevo, os passistas ensinam a dançar. Bonecos coloridos gigantes avançam com a multidão. O frevo pernambucano não faz diferença de nacionalidade ou de cor. Teve até casamento de verdade. O cantor de frevo Nonô Germano casou em cima do trio elétrico.

O tamanho de um bloco se mede pela quantidade de trios elétricos nas ruas. No Galo, são 23 trios. As pontes sobre o Rio Capibaribe também ficaram lotadas.

E vem o Galo gigante, com 27 metros de altura, soberano da festa de cores, ritmos, alegria e grande participação popular. O Carnaval começa no Galo da Madrugada.

*Com Informações do G1

































Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top