Acess

Acess

Mais Informações Clicar na Imagem

..

..
clique na Imagem

Style2




Provas são aplicadas com o objetivo de ajustar a seriação dos alunos, dando mais oportunidades de profissionalização e educação

Alunos do anexo da escola estadual Luiz Guerra, do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo de Santo Agostinho, se submeteram a provas de reclassificação, mecanismo que permite rever e alterar a classificação do aluno que pode avançar para outras séries. Ao todo, 74 adolescentes, entre 17 e 20 anos, avançaram de turma. Essa é uma experiência vivida pela unidade desde 2015 e que ao longo desse período só tem se fortalecido, resultando em experiências exitosas, com os adolescentes se inserindo no mercado de trabalho e em cursos de profissionalização, processo no qual a escolaridade é essencial.

“A reclassificação é uma forma de determinar a escolaridade de muitos dos meninos que chegam sem nenhuma documentação escolar e identificar sua seriação. Isso tudo é um fator favorável no processo de reinserção, de retorno do adolescente para sua comunidade. Assim como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), com esse trabalho, estamos garantindo educação e qualificação para esses jovens”, destaca a gerente do Case Cabo de Santo Agostinho, Tatiane Moraes.

A necessidade de se submeter às provas de reclassificação foi verificada pelos pedagogos do Case Cabo, professores e pela coordenadora da escola estadual, Lúcia Cabral. “Para tentar a reclassificação, os estudantes se submeteram a oito provas do ensino fundamental da Educação de Jovens e Adultos (EJA): Português, Matemática, História, Geografia, Inglês, Artes, e Ciências”, esclareceu Lúcia Cabral. Em seguida, uma banca examinadora instituída pela escola ficou responsável por corrigir as provas e avaliar quais dos alunos demonstram estar prontos para o avanço da série.

A prova de reclassificação está prevista na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB 9394/96), regulamentada pela Instrução Normativa nº 14/2008, e pode ser aplicada por todas as escolas públicas e também particulares do País.

Assessoria 

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top