..

..
clique na Imagem

PierNet Telecom

PierNet Telecom

Style2

Envie sua Denúncia

Envie sua Denúncia

Mais Informações Clicar na imagem



Os 220 artesãos que obtiveram linhas de financiamento para investir na ampliação da produção de artigos para exposição na 19ª edição da Feira Nacional de Negócios e Artesanato (Fenearte) estão comemorando os resultados obtidos nos 10 dias do evento que encerrou domingo. Para eles, as vendas foram maiores do que as do ano passado, superando, assim, as suas expectativas.
A artesã Neuza Maria, de Tacaratu, era só elogios em relação aos negócios realizados. “Faço redes, mantas e tapetes, com fios de algodão. Já participo da Fenearte há 19 anos. Este ano conseguimos obter financiamento da Agência Fomento do Estado de Pernambuco – Agefepe para aquisição de matéria-prima. Isso nos deu poder de compra junto aos fornecedores o que nos ajudou a reduzir o preço para os clientes. Já vendi quase tudo”, revelou entusiasmada.

Assim como Neuza Maria, outros 219 artesãos do Estado, que participaram da Feneart, também tiveram acesso a financiamentos da Agefepe para ampliar a produção. Foram aprovados créditos no valor total de R$ 700 mil reais. Os recursos foram utilizados para compra de matérias-primas e também na aquisição do estande na feira.

Maria Arraes que trabalha com bordados em tecido no município de Petrolina, por exemplo, obteve um empréstimo de R$ 5 mil para pagar em 12 vezes. “Já tirei vários financiamentos na Agefepe e mais uma vez me ajudou bastante pois teve papel fundamental no meu sucesso na Feira”, disse a artesã que na manhã do domingo já havia vendido quase toda a produção.

Na opinião de Viviane Locatelli, que produz assessórios como brincos, colares e pulseiras com fibras de coco em Porto de Galinhas, o acesso à linhas de financiamento é fundamental para o artesão. “Quando estamos no período de ‘entressafra’ o crédito viabiliza capital de giro para manter o negócio”.

Participante da Fenearte há 18 anos, Fátima Lessa, de São José da Coroa Grande, que cria brinquedos educativos em corino, revela que conta com o suporte das linhas de crédito há 3 anos. “Este ano foi muito bom. Obtive empréstimo de R$ 15 mil, dividi em poucas vezes e estou bastante satisfeita com o atendimento e com a rapidez. Eles entendem as dificuldades dos artesãos e sabem da necessidade da celeridade”, afirmou.

 Criada em 2011 com o propósito apoiar principalmente micros, pequenos e médios empresários, a Agefepe é um órgão do Governo Estadual vinculado à Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação (SEMPETQ). “Seguindo as diretrizes do Governo Paulo Câmara, nós buscamos dar apoio ao empresariado de Pernambuco no esforço de modernização e inovação da produção, além de estimular a geração de emprego e renda, além da descentralização da economia”, afirmou Emanuel Rocha, presidente da Agência. Serviço: Agefepe: 81 3183.7450.






Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top