SEBRAE

SEBRAE

..

..
clique na Imagem

Style2

Envie sua Denúncia

Envie sua Denúncia

Mais Informações Clicar na imagem


Ele foi aluno da escola publica Manoel Cesar em Ponta de Pedras, mais a pesar das dificuldades nunca desistiu de estudar. Rosenildo Correa da Costa, 45 anos, é um vencedor. Por conta própria conseguiu chegar do outro lado do mundo. Fez pós-doutorado na universidade de Briston, na Inglaterra, considerada um dos maiores centros de química do Planeta. Trabalha num projeto inédito e revolucionário, que estuda e sintetiza comportamento de moléculas com capacidade de armazenar informações. Um grande passo para a informática.


Filho de um casal de comerciantes, donos de uma pequena peixaria na praia de Ponta de Pedras, no Litoral Norte de Pernambuco, (Nildo ou Querido) como cariosamente chamado pelos amigos saiu de casa aos 17 anos para estudar na Escola de Aprendizes de Marinheiro, em Fortaleza, no Ceará. “Fiquei sabendo do concurso, me escrevi e acabei passando. Já havia concluído o primeiro grau, mas quando cheguei na marinha tive que refazer tudo” recorda.



Depois de passar um ano no Ceará, Nildo seguiu para a Base Naval da Marinha em Niterói, Rio de Janeiro. Foi lá que concluiu o segundo grau. “Matriculei-me na primeira escola particular da vida, o Colégio Verde em Niterói. Conclui o terceiro grau e fiz um técnico em Contabilidade”, conta. Dois anos após ingressar na Marinha, abandonou a carreira militar. Voltou para o Recife com o objetivo de fazer um curso superior. Antes disso trabalhou como técnico em contabilidade num escritório no Bairro dos Aflitos em Recife.

Em 1993, começou a procurar cursos preparatórios para vestibular, mas não tinha recursos para pagar os estudos. Num final de semana em Ponta de Pedras, um amigo lhe falou que a pró-reitoria de Pesquisas da UFPE estava abrindo inscrições para seleção de cursos gratuito para alunos de 2º grau. Na segunda-feira, Nildo partiu para a universidade para se informar dos detalhes. Conseguiu passar na seleção, mas tempos depois, o projeto quase foi suspenso por falta de verbas para pagar os professores. “Então, fizemos uma espécie de mutirão. Conseguimos uma sala no Coleio Salesiano e pagávamos uma quantia simbólica aos professores. Muitas vezes, ficava constrangido porque não conseguia quitar minha parte no final do mês”, lembra”.



Todo esforço foi compensado no ano seguinte com a provação no vestibular de Química. Durante os quatro anos na universidade, morou na casa do estudante, dentro do Campus. Terminou a graduação e logo emendou com o mestrado, onde obteve a primeira colocação no ano de 2000.



Com a bolsa de cerca de R$ 800 reais passou a dividir um apartamento no Bairro do Engenho do Meio com outros dois estudantes. Antes de concluir sua dissertação, foi aprovado no doutorado. “Tinha vontade de fazer um doutorado sanduíche, onde se estuda a parte teórica na universidade Brasileira e se executa o trabalho experimental fora do país. Sem dinheiro, comecei a oferecer currículo na internet”, diz.

Dos contatos com universidades estrangeiras, terminou obtendo a bolsa na Alemanha. Em 15 de Março de 2002, foi estudar na Universidade de Erlangem-Nuremberg, onde passou quatro anos e teve aprovação máxima. Depois seguiu para Bordeaux, na França, para fazer pós-doutorado. Ficou um ano desenvolvendo um projeto na área de Química supramolecular. Antes de terminas o pós-doutorado, começou vasculhar pela internet, um curso na Inglaterra. Prestou exame para a Universidade Briston com outros três candidatos, dois deles Ingleses. “Achava que nem tinha chance, mais consegui passar”, admite.

E para quem não tem condições para estudar, Nildo/Querido manda um recado, Nuca desista dos seus sonhos, e preciso ser persistente.

Graduado em Química pela UFPE
Doutorado na Universidade de Erlangem-Nuremberg
Pós-Doutorado na Universidade de Bordeaux, na França
Hoje um dos maiores professores de Química em uma das maiores universidade do Mundo na Inglaterra.

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top