Sigam Nossa Pagina

..

..
clique na Imagem

Style2

Mais Informações Clicar na imagem

 



Nesta terça-feira (7), Recife sediará o encontro de representantes dos OGMOs (Órgão Gestor de Mão de Obra), entidades responsáveis por administrar o fornecimento da mão de obra dos cerca de 11 mil trabalhadores portuários avulsos que atuam no Brasil.


No evento, realizado pela Federação Nacional dos Operadores Portuários (Fenop), em parceria com o Sindicato dos Operadores Portuários de Pernambuco (Sindope), serão discutidas as mudanças na legislação que rege a atividade e também normas relacionadas a segurança no trabalho e treinamento.


O encontro, que acontecerá na sede da Associação Comercial de Pernambuco, das 8h30 às 16h, contará com a participação de presidentes dos OGMOs de todo o Brasil, além de assessores jurídicos e técnicos nas áreas de saúde, segurança do trabalho e meio ambiente.


“Os OGMOs desempenham um papel fundamental não só como administrador do fornecimento de mão de obra, mas também por sua atuação na área de habilitação profissional, além da organização dos setores de Medicina Ocupacional e Segurança do Trabalho”, afirma o presidente do Sindope, Roberto Miranda.

Em Pernambuco, existem cerca de 900 trabalhadores avulsos que atuam nos portos de Recife e Suape nas funções de estivadores, conferência de carga, capatazia, estiva, vigia e amarração de carga.


A remuneração média mensal gira em torno de R$ 3 mil a R$ 6 mil. A ser um trabalhador portuário a avulso, é necessário aprovação em um processo de seleção realizado pelo OGMO. Não há vínculo empregatício entre o Órgão Gestor de Mão de Obra e o trabalhador portuário avulso.

MG Comunicação

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top