Sigam Nossa Pagina

Style2

Mais Informações Clicar na imagem



Etapa de construção civil da fábrica da Fiat contará com trabalhadores já treinados

A Fiat ainda está recrutando trabalhadores para atuar na obra do complexo automotivo da montadora, em implantação no município de Goiana, na Zona da Mata Norte do Estado. Agora que a construção está no estágio de montagem do canteiro de obras, são apenas 100 trabalhadores do grande volume de 12 mil pessoas que devem trabalhar no complexo, somando as etapas de construção civil e das operações da planta matriz e das 14 fornecedoras diretas, instaladas no parque de sistemistas no entorno da fábrica.

Na etapa de construção civil, que deve iniciar nos próximos meses, as pessoas que participaram da capacitação promovida pela Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (STQE) serão convocadas conforme demanda da construtora responsável pela obra, ainda não selecionada pela montadora. Já os que não se formaram no programa precisam se inscrever nas Agências de Emprego do Estado. Para esse último grupo, é necessária a comprovação de experiência no setor de construção civil.

“Não formados no programa também podem concorrer para atuarem na operação da Fiat, em 2014 (previsão de início da fabricação de carros). Basta seguir o mes­mo formato da etapa de construção, passando por inscrição na Agência do Trabalho, sempre comprovando experiência na área. Treinados pelo programa serão convocados de acordo com a ordem de treinamento. Os primeiros treinados terão preferência. Os não-treinados serão recrutados diretamente pela Fiat”, informou o diretor de Relações Industriais da Fiat, Adauto Duarte, durante a audiência pública de apresentação que a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) realizou para discutir o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) do empreendimento. Mais detalhes em www.fiat.com.br.

A audiência pública reuniu diretores da Fiat no Brasil, representantes do Governo de Pernambuco, sobretudo da CPRH e Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Sdec), e entidades da sociedade, como sindicatos de trabalhadores, federações e associações e alunos de escolas estaduais. Nas apresentações, também foram detalhadas as etapas de produção da fábrica, além de esclarecimento quanto às vantagens da chegada de um empreendimento dessa amplitude por aqui. A Fiat, por enquanto, trabalha com custo de R$ 4 bilhões para a construção do Polo Automotivo da montadora.

Com informações da FolhaPE



Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top