Acess

Acess

Mais Informações Clicar na Imagem

..

..
clique na Imagem

Style2



Com o objetivo de integrar as pastas que estão ligadas diretamente ao Programa Federal Bolsa Família, a Secretaria de Ação Social e Desportos realizou, hoje (26), o I Encontro Intersetorial do Programa Bolsa Família de Goiana, no auditório da Escola Técnica Aderico Alves. Participaram do evento os secretários das áreas de saúde, educação e assistência social do município, além de representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Estado (SEDSDH/SEDAS), a Secretaria Estadual de Saúde, Secretaria Estadual de Educação e a primeira-dama Jakeline Albuquerque.
O evento debateu o desafio da intersetorialidade em Goiana, pois, segundo o secretário de Ação Social Ricardo Torres, as próprias secretarias não sabem o trabalho que é realizado entre elas. “Esse evento é para que conheçamos uns aos outros e, assim, fomentar políticas públicas mais efetivas. Por isso, estamos formando também um Comitê Intersetorial para que essa parceria seja fortalecida”. Ricardo disse que Goiana vive um novo momento e o modelo do Bolsa Família tem que ser repensado. “A gente não pode mais brincar de atende as pessoas, é hora de capacitá-las para que sejam inseridas no mercado de trabalho, pois a cidade está passando por um processo de desenvolvimento econômico que também tem que atingir a população”.
O secretário de Educação e Inovação, Horácio Reis, falou sobre a importância do benefício federal na esfera municipal e as consequências sociais que ele traz. “No País, 40% dos alunos matriculados no ensino fundamental são assistidos pelo Bolsa Família. Isso significa o aumento na escolaridade dos brasileiros. Nossa frequência escolar gira em torno de 95%, por exemplo”. O secretário apontou benefícios em outras áreas, além da educação. “Estudos mostram que a morte por desnutrição caiu 65% nos municípios. Este programa tem um viés forte a respeito da inclusão social, assim, a população pode participar ativamente das políticas públicas do Estado”.
As palestras, além de esclarecer dúvidas referentes à competência das secretarias no programa, trouxeram informações novas a agentes comunitários de saúde, agentes sociais e público em geral. Cristiano Ramos, da (SEDSDH/SEDAS) explicou à plateia como é feito o Cadastro Único e a escolha das famílias ao programa. “Viemos hoje para descentralizar a informação. É necessário que todo mundo saiba os critérios necessários para as famílias se encaixarem no perfil de beneficiário do Bolsa Família. Não somos nós que escolhemos quem vai receber ou não. Quem decide é o sistema e temos que informar isso à população que às vezes acha que somos nós que decidimos a bel prazer”. Cristiano parabenizou a secretaria de Ação Social pela realização do evento. “Todos os municípios deveriam ter a iniciativa de realizar encontros intersetoriais para que educação, saúde e assistência social trabalhem juntos. Quantas informações já não foram recebidas hoje por vocês? A gestão municipal está de parabéns”.




Secom

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top