Acess

Acess

Mais Informações Clicar na Imagem

..

..
clique na Imagem

Style2




Na próxima quinta-feira (10), a Galeria de Arte do Centro de Artesanato de Pernambuco recebe o lançamento do livro "Nova Fase da Lua – Escultores Populares de Pernambuco", de Flávia Martins, Rogerio Luz e Pedro Belchior, com fotografias de Francisco Moreira da Costa.

A publicação, que retrata a história e o processo de criação de oitenta e cinco escultores populares de Pernambuco, traz depoimentos e registros fotográficos dos artistas, suas obras e o espaço onde vivem.
Dividido em quatro capítulos - Metrópole, Mata, Agreste e Sertão, o livro busca caracterizar a produção artísticas a partir da palavra dos escultores, da observação direta da pesquisa e do diálogo dos autores com outras referências institucionais e bibliográficas.

Segundo Flávia Martins Albuquerque, uma das autoras, a história do livro surgiu de uma experiência acumulada há cerca de 40 anos. "A pesquisa anterior deu origem a 'O Reinado da Lua – Escultores Populares do Nordeste' (primeira edição em 1980 e quarta edição em 2010), do qual sou uma das autoras, junto com Sílvia Rodrigues Coimbra e Maria Letícia Duarte." comentou.

Além de divulgar a cultura pernambucana, o livro também foca em documentar a realidade (estilo de vida, processo de produção, características dos produtos e visões de mundo) através da singularidade da figura do escultor. O contexto social e histórico em transformação dos artistas também tem destaque na publicação.

A escolha dos escultores, que moram em 13 municípios do estado de Pernambuco, se deveu a representatividade e no prestígio alcançado em suas próprias comunidades, nos meios institucionais e nos circuitos de arte.

"Nova Fase da Lua foi um trabalho de equipe, no qual todos deram o máximo de si. As entrevistas foram transformadas em textos e serviram também de subsídios para nossas análises. Os textos foram elaborados e reelaborados inúmeras vezes até ficarmos satisfeitos com o resultado final. O dono da voz é o artista, seus depoimentos são o âmago do livro. Foi um processo de trabalho que nos deu muito prazer, e mais uma vez confirmou a riqueza do acervo cultural de Pernambuco. Esse livro não teria sido possível sem a receptividade, o apoio e a capacidade criativa dos artistas pernambucanos." esclarece Flávia Albuquerque.
Durante o evento da quinta-feira, Mestre Nado e sua família, que formam o grupo "Som do Barro", farão uma apresentação musical em homenagem a Sílvia Rodrigues Coimbra, pesquisadora que deu início ao trabalho que resultou no livro.

O livro, com 232 páginas e capa dura, será vendido no lançamento por R$ 110. A publicação recebeu o incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura), que faz parte da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Assessoria

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top