..

..
clique na Imagem

PierNet Telecom

PierNet Telecom

Style2

Envie sua Denúncia

Envie sua Denúncia

Mais Informações Clicar na imagem



Grevistas aguardam chegada do governador para entregar reivindicações

Cerca de 1000 pessoas, entre policiais militares e bombeiros, se concentram, desde a manhã desta quarta-feira (14), em frente ao Palácio do Campo das Princesas, situado na praça da República, bairro de Santo Antonio, Centro do Recife, local onde vai acontecer uma assembleia entre representantes do Governo e membros da categoria, na qual serão discutidos os rumos da greve que foi decretada na noite da última terça (13).

Acompanhados por um carro de som e entoando gritos de protesto, como “a PM parou, a PM parou”, o grupo, que também realiza um “apitaço”, encontrou o Palácio cercado por grades e com um forte aparato de seguranças, que apenas observam o ato, até agora considerado pacífico. O clima não está sendo amistoso apenas para a imprensa. Em um dado momento, manifestantes tentaram impedir uma emissora de TV de gravar e pediram para repórter e câmera deixarem o local da concentração, o que não aconteceu.


No momento, os grevistas aguardam a chegada do governador João Lyra para entregar uma pauta de reivindicações e discutir os rumos do movimento. Porém, o acordo é que sejam recebidos por uma comissão criada especialmente para a ocasião e encabeçada pelo secretário da Casa Civil, Luciano Velasquez. De acordo com os manifestantes, o objetivo é ficar instalado em frente ao prédio até que as exigências da categoria sejam atendidas.

Para isso, foram arrecadados R$ 2 mil para a compra de mantimentos e pagamento do carro de som que está sendo utilizado. Entre os itens da pauta, estão o aumento salarial de 50% para cabos, tenentes e soldados e 30% para oficiais, a implantação de Plano de Cargos e Carreira, o aumento do valor do vale-alimentação de R$ 154 para R$ 500 e a reestruturação do hospital da PM, que segundo eles, "está sucateado". Além desses pontos, a categoria também reclama de perseguição, falta de equipamentos básicos, como coletes e armas, além de prisões e escalas de trabalho irregulares.

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) realizou bloqueios em um trecho da rua da Aurora, nas imediações do Tribunal de Justiça, e também nas vias que ficam no entorno da sede do Governo.




Fonte: FolhaPE

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top