Mais Informações Clicar na Imagem

..

..
clique na Imagem

Style2




Representantes de setores do meio ambiente estão focados na perspectiva de aprovação, nesta sexta-feira (29), pelo Conselho de Meio Ambiente do Estado (Consema), do projeto que cria o Refúgio de Vida Silvestre Tatu-Bola, no Bioma Caatinga. A reunião do Consema, onde a proposta técnica, depois ter passado pelas duas consultas públicas deverá ser apresentada, ocorrerá no município de Petrolina, na Sala de Reunião dos Conselhos Superiores da UNIVASF.

A nova unidade de conservação de proteção integral a ser criada será um marco histórico, em Pernambuco e no Brasil, pela peculiaridade da extensão de 110 mil hectares da área, sendo a maior unidade de conservação a ser criada no Estado. Também, por ser a primeira a homenagear o animal símbolo da Copa 2014, o “Tatu-bola”, e mais, especialmente, pela sua localização no Bioma Caatinga, que tem sofrido uma acelerada degradação.


O secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, que preside também o Consema, Carlos Cavalcanti, destaca que a iniciativa permitirá a realização de mais ações com o propósito de proteção e recuperação do Bioma Caatinga, a partir do Plano de Manejo que logo deverá ser elaborado e do desenvolvimento dos arranjos produtivos locais sustentáveis na região.


Em toda a área mapeada do Refúgio de Vida Silvestre Tatu-Bola há ocorrência de espécies endêmicas, raras, vulneráveis e ameaçadas de extinção, como o Tatu-bola. Também, de pombais, redutos de ninhos feitos diretamente no solo da Caatinga, que indica a necessidade de conservação do ambiente frágil. "Tivemos todo o cuidado técnico ao fazermos a análise do território, o diagnóstico das questões fundiárias e da sua biodiversidade para que o êxito na perspectiva de criação dessa nova unidade de conservação fosse, de fato, uma realidade a ser consolidada nesta reunião do Consema e, posteriormente, por meio de um decreto do governador", ressalta.


A proposta é uma iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas), Agencia Estadual de Meio Ambiente (CPRH), e Universidade do Vale do São Francisco (Univasf). Na Reunião do Consema também será apresentado o edital para projetos de estudos para criação de
unidades de conservação marinha, pela Agencia Estadual de Meio Ambiente (CPRH). Vale ressaltar, ainda, que, somente no período de 2011 a 2014, quando foi criada a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, houve um aumento de 382% de área protegida integralmente em todo o Estado.


Fonte: Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco


Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top