..

..
clique na Imagem

PierNet Telecom

PierNet Telecom

Style2

Envie sua Denúncia

Envie sua Denúncia

Mais Informações Clicar na imagem

Regras estão disponíveis no site da Cespe, organizadora do certame. Inscrições vão custar entre R$ 160 e R$ 200 de acordo com a categoria.

A Secretaria de Defesa Social (SDS) anunciou, no início da tarde desta segunda-feira (4), o concurso para as Polícias Civil e Científica de Pernambuco. Ao todo, serão 966 vagas distribuídas entre 100 delegados, 500 agentes, 50 escrivães, 40 médicos legistas, 56 peritos criminais, 51 peritos papiloscopistas, além de 169 auxiliares. O edital foi publicado nesta terça-feira (5) no Diário Oficial (DO). A divulgação do concurso veio seguida do anúncio do novo código penitenciário, que sairá na mesma edição do DO.

Para se candidatar a uma vaga nas Polícias Civil e Científica será necessário preencher os requisitos do edital. Cada vaga apresenta um perfil diferenciado, mas todas exigem diploma superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo B. A remuneração varia de R$ 3.276.42 a R$ 9.069.81. A inscrição, que deve ser feita por meio do portal da banca organizadora, será no valor de R$ 200 para delegado de polícia, médico legista e perito criminal. Custará R$ 160 para os cargos de agente, escrivão, perito papiloscopista, auxiliar de perito e auxiliar de legista.

A seleção terá duas etapas. A primeira contará com cinco fases:  haverá provas de conhecimentos até investigação social. A segunda etapa consiste na realização do Curso de Formação Profissional na Academia Integrada de Defesa Social, com duração média de cinco meses.
Após a posse, os novos servidores terão uma jornada de trabalho de 8 horas diárias ou 40 horas semanais, ressalvadas as especiais (em regime de plantão) que observarão a proporcionalidade limite de uma hora de trabalho, para três de descanso.

O concurso será organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), antiga Cespe. De acordo com o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, da data da publicação até o resultado final dos exames, deve demorar cerca de um ano e meio para esse efetivo estar nas ruas de Pernambuco. "Um ano do processo desde o edital até o resultado, mais, pelo menos, quatro meses de curso. Então, arredondamos para um ano e seis meses", explicou.

Apesar da demora em, de fato, aumentar a presença policial no estado, o secretário acredita que o anúncio é um grande passo para o momento delicado da segurança pública em Pernambuco. "Mesmo com a crise que nós temos no país, mesmo com a queda de receitas, havendo essa necessidade de mais policiamento o edital foi sancionado", ponderou.

De 1º de janeiro a 28 de março, ocorreram em Pernambuco 1.031 homicídios. "A cada semana, nos reunimos para entender onde houve mais homicídios, se há um crescimento e entender qual a motivação. Com esses dados nós montamos um esquema que pode funcionar num mês e no outro não. Eles [criminosos] correm e nós corremos atrás. Nosso efetivo não é infinito. Nós temos que distribuir da melhor forma possível", completou o secretário.

Carvalho também comentou o episódio ocorrido no último sábado (2), quando uma turista foi esfaqueada durante um assalto nas proximidades do Porto do Recife, após desembarcar de um navio. O secretário afirmou que já determinou ao comando da Polícia Militar que reforce o policiamento e a inteligência na área para que os suspeitos sejam capturados.



Fonte: G1

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top