..

..
clique na Imagem

Style2

Envie sua Denúncia

Envie sua Denúncia

Mais Informações Clicar na imagem



Luís Francisco da Silva, 31 anos, foi autuado em flagrante pela morte de um menino de 4 anos e tentativa de homicídio de uma menina de 11


homem autuado em flagrante por ter matado, com uma faca peixeira, um menino de quatro anos e ferido gravemente uma menina de 11, na última sexta-feira (4) em Macaparana, Mata Norte do Estado, afirmou em depoimento a polícia que há um tempo vinha sendo importunado pelas mães das vítimas. "Praticou o crime pelo fato de familiares das vítimas o estarem importunando a um tempo. Ligando som e outros tipos de importunação", contou o delegado Rodolfo Cartaxo, responsável pelo caso.

Os vizinhos do autor do crime, contaram que Luís Francisco da Silva, de 31 anos, tinha se separado da esposa há pouco tempo e morava sozinho. E que ele ainda estaria tomando remédios de depressão. 

Luís passou por audiência de custódia na tarde do último sábado (5) e deverá seguir para a Penitenciária Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, onde aguardará julgamento.

Vítimas

Riberi Mendes de Andrade, de 4 anos, esfaqueado no pescoço, foi sepultado neste sábado (5). A menina de 11 anos levou uma facada no tórax e permanece internada no Hospital da Restauração (HR), bairro do Derby, área central do Recife. Seu estado de saúde é grave e ela corre risco de morte.

Leia Também:


A mãe de Ribery, Gláucia Gonçalves Mendes, de 27 anos, contou como tudo aconteceu. "Ele estava brincando na casa de um coleguinha. O homem já tinha furado (sic) uma menina na rua com a faca e subiu a ladeira. Foi aí que viu o meu filho e o outro menino dentro do terraço brincando. Ele o acertou pela grade". O outro filho de Gláucia, de 12 anos, quase foi atingido pelo suspeito.

Os familiares e amigos contam que a criança era muito comunicativa e querida pelos vizinhos e professores da escola onde estudava. Na última sexta-feira (4), antes do ocorrido, Ribery estava na aula de reforço. "Ele chegou e falou 'mamãe, já fiz toda a minha tarefinha'. Poucos minutos depois, aconteceu. Ainda que eu tivesse corrido, não dava tempo. Eu peguei ele nos braços todo ensanguentado, sem saber o que tinha acontecido. Achei que tinha se machucado brincando. Não sabia da gravidade. Meu filho morreu nos meus braços, ressonando nos meus braços", lembra emocionada.

A família mora há mais de seis anos no local e conhecia o suspeito. "Ele era calado, vivia dentro de casa, nunca tinha mostrado esse tipo de comportamento. Ele foi mesmo para matar o meu filho. Estou desolada. Quero justiça." A mãe afirmou ainda que não tinha nenhum desentendimento com homem.
Luis foi preso em flagrante na tarde da última sexta (4). A população tentou linchá-lo após o ataque à faca. Ele foi levado para Delegacia de Goiana, que relatou que o acusado tinha boas relações com a família das vítimas, não havendo motivações aparentes para o homicídio e tentativa de homicídio. 

JC Online
Com informações da TV Jornal


Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top