..

..
clique na Imagem

PierNet Telecom

PierNet Telecom

Style2

Envie sua Denúncia

Envie sua Denúncia

Mais Informações Clicar na imagem


Homem de 21 anos foi preso em casa, em Barra de Catuama. Adolescente, filho do ex-deputado Luciano Moura, foi morto em 2013.




Foi preso o suspeito de ter assassinado o filho do secretário de governo de Olinda e ex-deputado estadual Luciano Moura, em outubro do ano passado. O homem de 21 anos foi detido em casa, por posse ilegal de arma – uma espingarda – em Barra de Catuama, no Litoral Norte de Pernambuco. A prisão foi divulgada nesta quarta-feira (12) pela polícia, mas ocorreu na segunda-feira (10). Após o reconhecimento da polícia, o homem teve seu caso vinculado ao da morte do adolescente de 15 anos, em Olinda, e recebeu o mandado de prisão preventiva.
“A motivação teria sido uma desavença entre a vítima e a esposa do suspeito. A vítima teria tido um relacionamento amoroso com a esposa do suspeito”, explica o delegado Flávio Tau, da Delegacia do Alto do Pascoal.
“Ele tinha sido preso por posse ilegal de arma, aí a preocupação da gente foi exatamente entregar o mandado de prisão preventiva, para que ele fique preso até o julgamento. Como foi posse de arma, era questão de horas para o advogado ir lá e liberá-lo”, acrescenta. O piloto da moto que levava o suspeito também estava envolvido, mas já foi preso anteriormente, segundo o delegado.
Capturado durante a madrugada da segunda-feira, ele foi levado para o presídio de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, onde aguarda o julgamento.
Assassinato
O crime ocorreu no bairro de Bonsucesso, em Olinda, enquanto o garoto caminhava com mais dois amigos em direção à casa da namorada. De acordo com a polícia, por volta das 21h30, dois homens numa moto se aproximaram e um deles mandou os três jovens se deitarem no chão. Os tiros foram disparados apenas contra o filho do ex-deputado.
O jovem foi atingido por dois tiros, um na barriga e outro na cabeça. Na época, a polícia desconfiava do envolvimento da vítima com o consumo de drogas, mas a hipótese foi descartada após o início das investigações.


G1

Sobre ÁLVARO MELLO

...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS QUE POSSUAM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO.
CADASTRE-SE E COMENTE A VONTADE.

NO COMMENTS WILL BE POSTED TO POSSESS profanity.
REGISTER AND WILL COMMENT.

NON SARANNO PUBBLICATI I COMMENTI CHE POSSONO ESSERE PROFANITÀ. REGISTRATI E POTRAI COMMENTARE.


Top